Em meio a tantas possibilidades as empresas de produtos e serviços disponíveis para comércio online podem ficar perdidas em relação a quais estratégias utilizam em seus modelos de vendas. Será que quanto mais canais melhor? Ou será que estratégias mais enxutas porém bem trabalhadas podem dar resultados surpreendentes? Alto investimento inacessível ou possibilidades integradas?

 

Preparamos uma simples game fixação para que você descubra quão digital sua venda é hoje é em qual nível ela está. Isso não é apenas um comparativo com a concorrência, mas principalmente para que seja avaliado como o modelo está pensado para a realidade atual e o que pode ser melhorado. Com essas percepções fica muito mais fácil incluir no Planejamento Estratégico de 2021 novas ferramentas e possibilidades que venham somar à estrutura atual.

 

Vamo explicar como funciona a classificação. São três níveis que se aplicam, de forma diferente, ao tamanho das empresas. Ou seja, dentre as empresas de pequeno porte teremos 3 níveis de venda digital. Já nas empresas de médio porte, também mais três. Vamos chamar assim: N1P (Nível 1 Pequeno Porte), N2P (Nível 2 Pequeno Porte), N3P (Nível 3 Pequeno Porte). A mesma lógica se aplica às empresas de médio (N1M, N2M e N3M), e assim suscetivelmente.

 

  • Empresas de Pequeno Porte (EPP)

 

  • N1P: a venda digital ainda não é a prioridade nesse modelo, usa-se redes sociais (Facebook e Instagram) de forma esporádica e despretensiosa, a venda ainda depende quase que totalmente do humano e não existe e-commerce. Sites muito superficiais e/ou inexistente. Ferramentas Google não são atualizadas periodicamente. Possui URA mas não trabalha nem com agente virtual.
  • N2P: já se pensa numa forma de vender através do digital, mas não diretamente por ele. Redes sociais atualizadas periodicamente, site simples porém acessível e responsivo. Ferramentas Google ainda usadas de forma precária.
  • N3P: utiliza ferramentas digitais como canal direto ou potencializador das vendas. Possui um relacionamento mais próximo com o cliente por trabalhar sempre a experiência através de features de destaque, mesmo que de forma simples.

 

  • Empresas de Médio Porte (EMP)

 

  • N1M: ainda existe certa negligência em relação às ferramentas de vendas digitais, não mais por uma questão de desconhecimento, mas de opção. Ferramentas como redes sociais acabam sendo menosprezadas em relação ao todo. Esta empresa ainda opta por um modelo tradicional e antiquado de vendas.
  • N2M: possui pelo menos uma ferramenta digital como suporte direto a operação de vendas potencializada pelo uso de redes sociais algumas ações esporádicas.
  • N3M: O modelo de vendas passa diretamente pelo digital, podendo ser as ferramentas formas tanto de captação de clientes, como de manutenção do relacionamento com os mesmos.

 

  • Empresas de Grande Porte (EGP)

 

  • N1M: a empresa encontra-se aquém da realidade de mercado por ainda não inserir ferramentas digitais no seu leque de possibilidades. Geralmente teve alguma experiência ruim anteriormente quando não havia métricas tão boas e por isso evitam a segunda tentativa.
  • N2M: a empresa usa ferramentas digitais como URA e agente virtual e redes sociais porém ainda não explora totalmente seu potencial.
  • N3M: existe integração entre as ferramentas digitais que geram informações de dados para as estratégias de aumento de vendas e arrecadação.

 

E aí, em qual categoria a sua empresa se encontra? Para elevar cada vez mais o seu índice, entre em contato com a nossa equipe comercial para desenvolvermos um protótipo de acordo com as necessidades do seu negócio através do telefone e WhatsApp: (85) 99778.0071, ou pelo email: [email protected]